RedeBackup
23/09/2017 11:48:00- Seja Bem vindo a RedeBackup, internet sem fronteiras!
WebRadio Areia Santa FM de Figueirão-MS
H2L Soluções para Documentos
Rogério Rodrigues Rosalin
Itararé Adm Empree e Partic Ltda
Prefeitura Municipal de Figueirão
Auto Escola Areiasanta
População do Ártico está assustada com misterioso ruído que vem do mar
   
 

Ofundo do mar não anda fácil. Primeiro foi a "jacuzzi do desespero", espécie de lago de água, sal e metano no fundo do Golfo de México que mata qualquer criatura que arriscar um mergulho. Agora, o mistério tropical foi trocado por um ruído gelado. As forças armadas do Canadá estão de olho (ou será de ouvido?) em uma espécie de zumbido que vem do fundo do oceano. Uma população esquimó local já afirma que mamíferos locais, assustados, estão se afastando da região, o que afeta a caça e a alimentação. As notícias vêm da rede canadense CBC.

Ao que tudo indica, o som vem do fundo de um canal que tem entre 2 km e 20 km de largura chamado Estreito de Fury e Hecla, localizado no território de Nunavut, no extremo norte do país. Moradores de Igloolik, uma comunidade isolada de esquimós inuítes que depende da caça de animais na região, levaram suas preocupações à assembléia legislativa local.

"Essa é um local importante para a caça no verão e no inverno porque é uma polynya, uma área de água cercada por gelo em que mamíferos marinhos são abundantes", explicou Paul Quassa, político local, à CBC. "No último verão não havia nenhum. Isso é muito suspeito."  O epicentro do som misterioso está a 120 km do vilarejo. Passageiros de um iate sem associação com a comunidade também ouviram o ruído relataram a experiência em uma rádio comunitária local. 

O situação é o adubo perfeito para incontáveis teorias da conspiração. Uma acusava a empresa de mineração Baffinland Iron Mines Corporation de fazer sondagens na região. A CBC entrou em contato com a empresa, que negou qualquer trabalho em andamento no local. As autoridades também não receberam nenhum pedido de autorização. 

Alguns esquimós temiam que o Greenpeace estivesse usando sons agudos para afastar os animais, protegendo-os dos caçadores. A instituição nega, e afirma que não é contrária à caça de subsistência de comunidades tradicionais. As forças armadas já excluíram a possibilidade de um submarino, e abriram investigações. O local fica próximo de uma base estratégica, localizada em Hall Beach, 70 km ao sul de Igloolik.

(Via CBC)

 
 
 
Curtir · Comentar · Compartilhar no Facebook e outros.

 

 

RESEVADO

150X150

Colunas
 
Rogério Rodrigues Rosalin
Auto Escola Areiasanta
 
 
#redebackup
PROVEDOR DE INTERNTE DESDE 2001.
CIDADES ATENDIDAS - CHAPADÃO DO SUL - COSTA RICA - FIGUEIRÃO E PARAISO DAS AGUAS